Impacto da inovação tecnológica nas comunidades

Vivemos em um momento em que muito se fala de metaverso, inteligência artificial e outras tecnologias, o que tem mudado a forma como as pessoas vivem, trabalham, aprendem e se relacionam.

Mas você já parou para pensar que a favela é a prova de que tecnologia e impacto social podem caminhar juntos para promover transformações? Vem com a gente para saber mais sobre o impacto da inovação tecnológica nas comunidades!

O que é inovação tecnológica?

A inovação tecnológica se dá a partir do investimento no desenvolvimento ou na implantação de uma nova tecnologia, resultando no aperfeiçoamento de processos e na otimização de resultados. Uma inovação pode causar uma grande mudança em relação ao que existia antes, sendo chamada de radical, ou melhorar algo que já funciona, conhecida como incremental.

Inovação radical

Trazendo crescimento, a inovação radical modifica completamente o cenário que está sendo trabalhado e possui grandes custos e riscos, mas conta com um grande potencial de retorno.

Inovação incremental

Já a inovação incremental provoca evoluções em algo que funciona bem, contudo precisa ser aprimorado para se manter em operação. Esse modelo demanda menos custos e riscos, mas não traz tanto retorno quanto a inovação radical.

Por que investir em inovação tecnológica em favelas?

A tecnologia também pode ser uma ferramenta para evidenciar as potências e denunciar os problemas sociais das favelas, promovendo a cidadania, expressando a realidade dos moradores e reinventando esses territórios.

Quando o assunto é inovação tecnológica nas favelas, estamos falando sobre usar a tecnologia para salvar vidas. É preciso investir nos talentos da periferia e apresentar soluções inovadoras que cheguem a lugares onde falta infraestrutura, saneamento básico e tantas outras coisas básicas, sendo capazes de mudar essa realidade aos poucos.

Iniciativas tecnológicas da Gerando Falcões

A Gerando Falcões está fazendo parte de uma revolução tecnológica na periferia! A Favela Marte, piloto do projeto Favela 3D (Digna, Digital e Desenvolvida), que fica em São José do Rio Preto (SP), será a primeira comunidade do Brasil a ter acesso à tecnologia 5G – uma nova rede que oferece velocidades de navegação até 100 vezes maiores que as do 4G.

inovação tecnológica

Essa iniciativa conta com a parceria da TIM, que ajudará com a parte da conectividade, da Motorola, que disponibilizará os equipamentos para os moradores, e da American Tower, que cuidará da instalação da infraestrutura. A expectativa é que a conexão 5G esteja disponível a partir do segundo semestre de 2023.

Enquanto isso, a Favela Marte passa por um processo de transformação sistêmica, incluindo a demolição de casas para a execução do plano de urbanização e melhoria das moradias. A cobertura tecnológica possibilita novos projetos de inclusão social, como poder contar com educação remota, com as bibliotecas virtuais; saúde à distância, por meio da telemedicina; e gerar oportunidade para microempreendedores da comunidade com cursos profissionalizantes.

Gostou? Curta, comente e compartilhe!

Comentários