Combate à pobreza desigualdade social Favela

O que é vulnerabilidade social?

Em primeiro lugar, o conceito de vulnerabilidade social é multifacetado, complexo e diz respeito ao contexto econômico e social de determinado indivíduo ou grupo, relacionado ao seu nível de fragilidade moral e/ou material. Então, pode-se dizer que uma pessoa não nasce vulnerável, mas torna-se pela falta de acesso e apoio da sociedade e do governo.  

De acordo com todas as compreensões do termo, existem diversos processos de exclusão social até a violação dos direitos desses indivíduos e grupos. Isso de acordo com o nível de renda, a localização geográfica, saúde, educação, etc. 

Entretanto a vulnerabilidade social define-se por pobreza, privação, fragilização de vínculos afetivo-relacionais e de pertencimento social. Além disso, a situação de vulnerabilidade social tem relação direta com o resultado negativo entre a estrutura material e o acesso a oportunidades socioeconômicas e culturais que provêm da sociedade, do mercado de trabalho e do Estado. Desse modo existem alguns tipos de vulnerabilidade social, destacados a seguir.

Quais são os tipos de vulnerabilidade social? 

As variáveis acerca da vulnerabilidade social estão presentes nas seguintes áreas: 

Vulnerabilidade social e a saúde 

Apesar do Brasil possuir um dos sistemas públicos de saúde mais desenvolvidos do mundo, ainda há um longo caminho a ser percorrido quando se trata de execução. 

É devido a uma fragilidade recorrente para atender às inúmeras demandas comunitárias no país que a situação de milhões de brasileiros fica vulnerável. Devido a isso, essas pessoas não possuem acesso a medicamentos, equipamentos em bom estado, leitos e outras necessidades que levam esses brasileiros a uma condição digna.

Tipos de vulnerabilidade social: Vulnerabilidade social e a Saúde

A saúde é um direito fundamental à vida humana. Porém, no Brasil, o Estado não atua de forma responsável a fim de garantir todos os recursos necessários que possam assegurar à população os direitos básicos, como o da saúde, para a maioria. 

Vulnerabilidade social e o territorial

As vulnerabilidades no quesito territorial referem-se às condições e circunstâncias de risco social em que a pessoa se encontra em um cenário totalmente desigual em que existe uma exploração por parte do outro. 

Isso leva a pessoa em situação de vulnerabilidade a viver à mercê dos possíveis direitos em diversos espaços territoriais. Essas pessoas são muitas vezes colocadas como escravas para garantir a sua própria sobrevivência.
Tipos de vulnerabilidade social: Vulnerabilidade social e o Territorial
O estilo de sobrevivência dessas pessoas de classes trabalhadoras condiciona-as a um empobrecimento brutal. Nele, as dificuldades materiais e a falta de acesso cultural interferem no ciclo familiar, criando gerações e gerações na mesma situação precária e de exploração.

Dessa forma, os segmentos populacionais vulneráveis são definidos como espaços de sobrevivência em que não há nenhum tipo de acesso a boas condições habitacionais, de transporte, sanitárias, além de outros acessos que implicam diretamente a falta de informações e oportunidades. 

Vulnerabilidade social para o juvenil 

Notoriamente, dia após dia, milhares de jovens deixam de sonhar devido a inúmeras dificuldades da desigualdade social. Falta de acesso ao mercado de trabalho, famílias desestruturadas. Além disso, temos o fato desses jovens não terem acesso à educação de qualidade.  

Assim, os jovens são levados ao ambiente de tráfico, e muitos acabam entrando também no crime, usando drogas e muitas vezes virando assassinos pela vida precária e falta de assistência do poder público. 

 Tipos de vulnerabilidade social: Vulnerabilidade social para o Juvenil

Como avaliar a vulnerabilidade social?  

De acordo com o Índice de Vulnerabilidade Social (IVS), os 16 Indicadores de Vulnerabilidade Social dividem-se nas seguintes categorias: IVS Infraestrutura Urbana, IVS Capital Humano e IVS Renda e Trabalho.  

IVS INFRAESTRUTURA URBANA 

  1. Percentual de pessoas em domicílios com abastecimento de água e saneamento básico inadequados;
  2. Número de pessoas que vivem em domicílios urbanos sem o serviço de coleta de lixo; 
  3. Percentual de pessoas em domicílios com renda per capita inferior a meio salário-mínimo (de 2010) e que gastam mais de uma hora até o trabalho.

IVS CAPITAL HUMANO 

  1. Mortalidade até um ano de idade; 
  2. Percentual de crianças de 0 a 5 anos que não frequentam a escola; 
  3.  Pessoas de 6 a 14 anos que não frequentam a escola; 
  4.  Mulheres de 10 a 17 anos de idade que tiveram filhos; 
  5.  Percentual de Mães chefes de família sem fundamental completo e com pelo menos um filho menor de 15 anos de idade, no total de mães chefes de família; 
  6. Taxa de analfabetismo da população de 15 anos ou mais; 
  7. Percentual de crianças que vivem em domicílios em que nenhum dos moradores tem o ensino fundamental completo; 
  8. Percentual de pessoas de 15 a 24 anos que não estudam, não trabalham e possuem renda domiciliar per capita igual ou inferior a meio salário-mínimo (de 2010). 

IVS RENDA E TRABALHO 

  1. Proporção de pessoas com renda domiciliar per capita igual ou inferior a meio salário-mínimo (de 2010); 
  2. Taxa de desocupação da população de 18 anos ou mais de idade; 
  3. Percentual de pessoas de 18 anos ou mais sem fundamental completo e em ocupação informal; 
  4. Percentual de pessoas em domicílios com renda per capita inferior a meio salário-mínimo (de 2010) e dependentes de idosos; 
  5. Taxa de atividade das pessoas de 10 a 14 anos de idade. 

Os indicadores apresentados estão diretamente ligados às situações de vulnerabilidade social. Ou seja, quanto maior for o indicador, maior será a vulnerabilidade social.

Como está o índice de vulnerabilidade social atualmente?

De acordo com a última atualização do IVS, em 2019, a situação de 2/3 do Brasil já era alarmante com os índices de IVS na faixa média. Entretanto, um estudo da RSD Journal, em 2021, mostra que o momento pandêmico piorou a realidade do brasileiro:

“56,2% dos municípios apresentaram baixíssimo desenvolvimento e 52,8% vulnerabilidade muito alta. A pandemia atingiu os municípios mais desenvolvidos e menos vulneráveis do Brasil, chegando em localidades mais distantes, expostas em um contexto de intensa vulnerabilidade social.” 

O estado com maior IVS foi o Acre (0,357), sendo uma das regiões mais afetadas. Contudo, outros 18 estados possuem pelo menos uma cidade com IVS muito alto. Por outro lado, o estado com menor IVS foi o de Santa Catarina (0,126).

Em síntese, se em 2019 os números já não eram animadores, durante a pandemia a situação se agravou, e o Brasil corre o risco de virar o epicentro da fome. Assim, as pessoas que já estavam em situação de vulnerabilidade social pioraram a sua situação. 

índice de vulnerabilidade social atualmente no Brasil

Contudo, isso não é aplicado apenas aos bens materiais que a população deixou de ganhar ou perdeu. A avaliação também leva em conta fatores emocionais que impactam de forma muito negativa a estrutura das famílias brasileiras.

O que pode ser feito para diminuir a vulnerabilidade social? 

Dentre todas as iniciativas que devem ser feitas, é preciso que o Estado atue conforme o seu papel central de suprir todas as necessidades dos brasileiros. Assim, ele deve garantir os direitos fundamentais, como acesso à saúde, educação e erradicação da pobreza. 

Vulnerabilidade social e os programas sociais

Destaca-se o trabalho político e assistencial do Sistema Único de Assistência Social (Suas), que tem regulamentado, com o Ministério de Desenvolvimento Social, as necessidades sobre novas adequações das normativas que compõem a construção da implementação do sistema protetivo da população.

Todavia, por haver 5.564 municípios, em diversos territórios, a política de assistência social define que não se deve apenas considerar as condições de pobreza. Além disso, é preciso criar meios de afiançar, de alguma forma, as seguranças sociais. Dessa forma é possível preservar a vida para as pessoas que estiverem fora da linha da pobreza. Assim, essas pessoas não voltarão a ocupar esse lugar na sociedade e poderão ter os seus direitos assegurados.

Entretanto, há diversos outros programas sociais ajudando a minimizar todos os agravantes enfrentados diariamente por pessoas em situação vulnerável. Dentre os principais, destacam-se o Cadastro Único, Auxílio Emergencial, Pronatec, Bolsa Verde e Bolsa Família.

Como diminuir a vulnerabilidade social

Gerando Falcões no combate à vulnerabilidade social

A Gerando Falcões possui inúmeras iniciativas inovadoras para contribuir positivamente para a queda da vulnerabilidade social: 

FAVELA 3D 

Em primeiro lugar, temos a Favela 3D – Digna, Digital e Desenvolvida. Um projeto multissetorial criado pela Gerando Falcões. Nele, queremos a união entre governo, iniciativa privada e a população para redesenhar as favelas.

Gerando Falcões no combate à vulnerabilidade social

O projeto mais avançado envolve a Favela Marte, em São José do Rio Preto (SP). Isso porque seus moradores terão acesso à autonomia social e financeira. Esse será o projeto-piloto da Favela 3D. O projeto também já tem comunidades em Vergel do Lago (AL), Boca do Sapo (SP) e Morro da Providência (RJ).

Quer saber mais sobre Favela 3D e ser nosso parceiro? 

Preencha o formulário e entraremos em contato com você.

BAZAR G.F. 

Antes de mais nada, o nosso Bazar conta com diversas peças de vestuário, calçados e eletrônicos com valores até 70% mais baratos do que os praticados no mercado tradicional. O valor arrecadado nas vendas é revertido para investimentos em programas de transformação nas periferias e favelas.

Além disso, o nosso Bazar também é uma escola para os jovens de vulnerabilidade social da periferia que são atendidos pela Rede Gerando Falcões. Por fim, o bazar é uma oportunidade para que nossos jovens ganhem experiência profissional e socioemocional antes de ingressar no mercado.   

Doe e seja um Anjo do nosso Bazar G.F.

FAVELA X 

Queremos acabar com a pobreza da favela transformando-a em uma peça de museu antes de Marte ser colonizado. E para isso criamos o Favela X, programa que conta com um plano de ações a fim de implementar soluções inteligentes, impactando a vida de 14 milhões de pessoas que estão em situação de vulnerabilidade social.

Quer sonhar com a gente?

Autora Elenara Souza

Comentários